Património Mundial de Macau

21 de Julho, 2ª feira

21h00 – Anfiteatro Colina de Camões

Orquestra Chinesa de Macau

 

Preço: 15€;  10€ (Amigos do Festival das Artes, seniores, estudantes, desempregados e grupos)

 

ZHAO JIPING

Impressões de Macau (*)

 

RÃO KYAO / Arr. KUAN NAI CHUNG

Lilau, de Macau Junção

 

LIU XING 

Concerto para Zhongruan “Memórias de Yunnan” (3º Andamento – Allegro)**

 

RÃO KYAO / Arr. WONG KIN WAI

Farol da Guia, de Macau Junção *

 

LIU WENJIN

Flor de Jasmim

 

RÃO KYAO / Arr. LIU CHENCHEN

Excertos da Suite “Casa do Mandarim”, de Casas de Macau * (*)

Tema nº 2: Pátio Interior
Tema nº 3: Pátio Exterior
Tema nº 6: Porta de Lua
Tema n º 8: Jardim Principal
Tema nº 9: Refrão

 

KUAN NAI CHUNG

Suite “A Trança Feiticeira”(6º Andamento: Corrida de Barcos Dragão) (*)

(*) Obras encomendadas para a Orquestra Chinesa de Macau

Orquestra Chinesa de Macau; *Rão Kyao, flauta; **Lin Jie, zhongruan; Pang Ka Pang, maestro

Rão Kyao, saxofonista e flautista, desenvolveu uma carreira artística que se estende por mais de três décadas e mais de duas dezenas de discos editados, sendo o primeiro músico em Portugal a alcançar a marca de disco de platina. No ano de 1999 colaborou com a Orquestra Chinesa de Macau editando o álbum Junção, música interpretada durante a cerimónia que celebrou a transferência da administração de Macau para a República Popular da China. Apaixonado pelo Oriente, Rão Kyao procura continuamente novas linguagens para a música portuguesa, cruzando diversas influências, em particular de música indiana, árabe e chinesa.

Lin Jie começou a tocar zhongruan com Xu Yang, prosseguindo os estudos com este mestre no Conservatório Central de Música da China. Galardoada com diversos prémios, tocou com a Orquestra Juvenil de Música Chinesa da China, colaborando igualmente com outras orquestras. Actualmente é chefe de naipe de zhongruan da Orquestra Chinesa de Macau, docente do Conservatório de Macau e membro do Conselho de Ruan da Associação da Música Orquestral Nacional da China.

Pang Ka Pang

“Pang tem ao mesmo tempo o estilo de Seiji Ozawa e de Riccardo Muti.”

(Der Kurier, Áustria)

Pang Ka Pang nasceu em 1965 na provincial de Anhui. Formou-se em Direcção de Orquestra no Conservatório Central de Música da China em 1990, onde foi distinguido com o certificado de “Estudante Notável”. Recebeu o grau de mestre em 1992 e foi considerado “Um dos Dez Jovens Notáveis da China” em 2004. Pang Ka Pang é, desde 2003, Director Artístico e Maestro Principal da Orquestra Chinesa de Macau. Maestro de 1.ª Classe a Nível Nacional (China), dirige várias outras orquestras na Ásia e Europa. Membro da Associação de Músicos da China e do Comité Permanente da Associação de Música Tradicional Orquestral da China, Pang Ka Pang conquista a opinião do público e da crítica pelo seu estilo cheio de vivacidade e entusiasmo.

Orquestra Chinesa de Macau foi formada criada em 1987 é uma orquestra de instrumentos tradicionais chineses  está ligada ao  sob tutela do Instituto Cultural do Governo da R.A.E. de Macau. Com uma identidade musical própria, a Orquestra tanto aborda o repertório contemporâneo como tradicional chinês. Promove igualmente a criação musical macaense, cruzando as culturas ocidental e oriental. Sob a direcção artística e musical de Pang Ka Pang, a Orquestra tem vindo a integrar jovens músicos, imprimindo uma nova dinâmica e exigência musical ao trabalho desenvolvido. Apresenta-se regularmente em Macau, na Europa e na Ásia, gozando de ampla popularidade.

1 Comment

  • maria isabel marques aires says:

    Poder assistir gratuitamente a este belo espetáculo, seria um sorte . Oxalá a rainha Sta Isabel, minha homónima me dê uma ajudinha.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.