22 de Julho, 3ª feira

21h00 – Anfiteatro Colina de Camões

Orquestra Clássica do Centro

 

Preço: 15€;  10€ (Amigos do Festival das Artes, seniores, estudantes, desempregados e grupos)

 

CARLOS SEIXAS (1704 – 1742)

Sinfonia em Si bemol

 

JOAQUÍN RODRIGO (1901 – 1999)
Concierto de Aranjuez*

Allegro con spirito
Adagio
Allegro gentile

FRANZ SCHUBERT (1797 – 1828)
Sinfonia 5, em si bemol, D.485

Allegro
Andante con moto
Menuetto: Allegro molto
Allegro vivace

RAUL FERRÃO (1890 – 1953) (arr. D.W. Lloyd)
Coimbra

* Guitarra Clássica –  Dejan Ivanovic

 

Orquestra Clássica do Centro; Dejan Ivanovic, guitarra clássica; David Wyn Lloyd, maestro

Carlos Seixas nasceu em Coimbra em 1704. Aos 14 anos sucedeu ao seu pai no cargo de organista da Sé de Coimbra. Dois anos depois conquistou o disputado cargo de organista da Capela Real, em Lisboa, onde veio a falecer. Figura de proa da música portuguesa do séc. XVIII, dele restam poucas obras e nenhum manuscrito autografado, pois desapareceram no terramoto de 1755.

Com apenas 3 anos de idade Joaquín Rodrigo perdeu a visão, o que não o impediu de se tornar um exímio pianista. Estudou em Paris com Paul Dukas e, de regresso a Espanha, compôs o concerto para guitarra e orquestra em 1939. A obra evoca a música do séc. XVIII, o neoclassicismo do séc. XX e o flamenco. O charme e equilíbrio destes elementos fez com que se tornasse no mais célebre concerto de guitarra de sempre.

A 5ª sinfonia é elegante, graciosa e solar. Schubert escreveu-a em 1816, com apenas 19 anos. Apesar de ser uma obra de juventude, concentra as características da música do compositor, nomeadamente a sua extraordinária criatividade melódica.

Coimbra é a canção portuguesa mais interpretada no mundo inteiro. Composta por Raúl Ferrão, militar de carreira, ficou mundialmente conhecida a partir de 1950, depois de Amália Rodrigues a ter cantado numa digressão internacional. É igualmente conhecida por Avril au Portugal ou April in Portugal.

 

Dejan Ivanovic nasceu em Tuzla, Bósnia-Herzegovina. Estudou na Academia de Música de Zagreb e foi galardoado com o 1º prémio em diversos concursos internacionais. Actuou em vários festivais europeus, entre os quais o Festival de Verão de Edimburgo, o Festival da Costa do Estoril e na “Guitarra Viva” (Zagreb – Croácia). Colabora regularmente com a Orquestra Real de Câmara da Wallonie, Orquestra de Benicássim, Orquestra de Câmara da Eslováquia, Orquestra Sinfónica de Vojvodina e Orquestra Metropolitana. Faz parte do Duo de Guitarras Kontaxakis-Ivanovic. É fundador e foi director artístico do Festival Internacional de Guitarra Clássica “Guitarmania” (Lisboa). Lecciona, desde 2007, Guitarra Clássica na Universidade de Évora, onde prepara o seu Doutoramento orientado pelo Prof. Christopher Bochmann.

 

A Orquestra Clássica do Centro (OCC) foi formada em 2001 e ao longo destes anos tem procurado levar a música erudita a toda a Região Centro, colaborando com diversas entidades. Do seu historial têm-se destacado concertos em monumentos arquitectónicos, juntando no mesmo espaço os patrimónios arquitectónico e musical. Para além da actividade concertística, com a colaboração de vários solistas e maestros, a OCC tem promovido igualmente festivais, concursos e conferências. Organiza anualmente, desde 2007, os Encontros Internacionais da Guitarra Portuguesa. Em 2013 estreou, no Festival das Artes, a ópera “Os Sinos da Macieira” de Marina Pikoul. Também nesse ano foi editado o CD “Em Memória da Madrugada (em Coimbra)”, com a participação do solista Dejan Ivanovic.

 

David Wyn Lloyd estudou no Royal College of Music de Londres e é doutorado pela  Universidade de Sheffield, em Inglaterra. Violetista, foi membro da BBC Symphony Orchestra. Radicado em Portugal há vários anos, foi solista do naipe de violas da Orquestra do Porto, iniciando depois uma actividade lectiva em várias escolas profissionais, como a Artave. É docente na Universidade de Aveiro desde 1996. Dirigiu a Orquestra da Universidade entre 1998 e 2008 e é Director Artístico e Maestro titular da Orquestra Clássica do Centro desde Abril de 2012.