[vc_row][vc_column][vc_column_text]-

20 DE JULHO, 2.ª FEIRA


20:30 — Hotel Quinta das Lágrimas

“Festa Gourmet”

Chefs Fernando Agrasar del Rio, Jordi Esteve e Albano Lourenço

Lotação limitada; Custo: € 45

Com o apoio de IDEALDRINKS e Agência Abreu

-[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_empty_space height=”42px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/3″][vc_single_image border_color=”grey” img_link_target=”_self” image=”20174″ img_size=”full” img_link_large=””][vc_column_text]-

Fernando Agrasar, nascido em Santiago de Compostela, Espanha, em 1973, é Chef e proprietário do restaurante As Garzas localizado em Malpica, na província de A Coruña. É, desde 2010, detentor de um Sol Repsol e de uma Estrela Michelin.
O Chef autodidacta partilhou o fogão na cozinha da Chef galega Toñi Vicente, com uma Estrela Michelin; no restaurante Garfio, de que também é proprietário, localizado em Denia, Alicante; e no restaurante Pé
Franco, n’A Coruña.
Distinções: Um Sol Repsol e uma Estrela Michelin, desde 2010. Prémio Nacional de Gastronomia da Galiza “Alvaro Cunqueiro”, em 2011. Prémios “Doces do Antroido” de Malpica de Bergantiños, de 2009 a 2011. Prémio “Faros Nerios” da Costa da Morte, em 2012.[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_single_image border_color=”grey” img_link_target=”_self” image=”20175″ img_size=”full” img_link_large=””][vc_column_text]-

Jordi Esteve construiu o seu percurso nas cozinhas de restaurantes de topo como o L’Ambroisie, em Paris (3 Estrelas Michelin), o Pre Catelan, também em Paris (2 Estrelas Michelin), onde trabalhou com o Chef Alain Ducasse, e como Chef assistente durante 4 anos de Joachim Koerper no El Girassol, em Alicante.
É proprietário e Chef do afamado Restaurante Nectari, que abriu em Barcelona em 2009 e que mantém, desde 2012, uma Estrela Michelin. A sua ideia de cozinha com influência mediterrânica é baseada no produto de primeira qualidade, local e de época, conseguindo fazer a fusão entre tradição e inovação. Desde 2010 que colabora em intercâmbio de experiências com o Chef Motokawa, do Restaurante Genji, em Osaka. O seu apetite e paixão por novos sabores resultou em novos elementos nas suas criações.[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_single_image border_color=”grey” img_link_target=”_self” image=”20176″ img_size=”full” img_link_large=””][vc_column_text]-

Albano Lourenço é um perfeito exemplo de amor pela arte gastronómica, o que lhe foi reconhecido em 2004 com a obtenção da estrela Michelin no restaurante Arcadas, com a distinção de “Figura do Ano” em 2005 pela InterMagazine, a revista referência do sector gastronómico em Portugal, e com o prémio “Arte da Cozinha”, atribuído pela Academia Portuguesa de Gastronomia, em 2009.
Natural de Coimbra, Albano cedo rumou ao Algarve, onde ganhou experiência cozinhando em alguns dos melhores restaurantes de Portugal, nomeadamente o Ermitage e o São Gabriel (ambos com uma estrela Michelin). Saudoso da terra onde nasceu, Albano aceitou o convite para chefiar o projecto gastronómico da Quinta das Lágrimas. A sua motivação foi a de fazer da cidade dos Amores e dos Doutores uma referência gastronómica em Portugal. Mais que um grande cozinheiro, Albano Lourenço é alguém que acredita que a sua profissão é dignificante e criativa.
Albano Lourenço para quem, como disse Brillat Savarin, “A descoberta de um novo prato traz mais felicidade à humanidade que a descoberta de uma estrela”, é um chefe diferente. Senhor de arte na cozinha e carisma na sala, Albano Lourenço é sem dúvida um dos grandes Chefs de Portugal.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]