27 de julho, domingo

22h30 – Hotel Quinta das Lagrimas. Sala Aqua

Fundação Calouste Gulbenkian
Artur Santos Silva

Fundação Serralves
Luis Braga da Cruz

Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva
António Gomes de Pinho

 

Fundação Calouste Gulbenkian

Nasceu em 1956 como uma fundação portuguesa para toda a humanidade, destinada a fomentar o conhecimento e  a melhorar a qualidade de vida das pessoas através das  artes, da beneficência, da ciência e da educação. Criada por testamento de Calouste Sarkis Gulbenkian, a Fundação tem caráter perpétuo e desenvolve as suas atividades a partir da sua sede em Lisboa (Portugal) e das delegações em Paris (França) e em Londres (Reino Unido).

Artur Santos SilvaDr. Santos Silva

Presidente do Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian, desde maio de 2012, tendo anteriormente exercido funções como Administrador não executivo. É Presidente do Conselho de Administração do Banco BPI e da Partex Oil & Gas (Holdings) Corporation. Artur Santos Silva é licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra (1963), tendo concluído o Stanford Executive Program pela Universidade de Stanford em 1985. A sua atividade profissional inicia-se como Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (1963/67), tendo ainda sido Docente convidado da Universidade Católica Portuguesa (Porto, 1979/85) e da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (1980/82). Iniciou a sua carreira no sector bancário como Diretor do Banco Português do Atlântico (1968/75). Em 1981, foi criada sob sua iniciativa a Sociedade Portuguesa de Investimento (SPI), primeira instituição financeira privada após a revolução de Abril de 74, que se transformaria, em 1985, no primeiro banco privado português (BPI). Entre os vários cargos que desempenhou destacam-se o de Presidente da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República e de Presidente do Conselho Geral da Universidade de Coimbra. Foi Vice-Governador do Banco de Portugal (1977/78) e Secretário de Estado do Tesouro (1975/76).

A Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva

Criada em 10 de Maio de 1990 e aberta ao público em 4 de Novembro de 1994, propõe-se promover a divulgação e o estudo da obra de Vieira da Silva e de Arpad Szenes e de artistas seus contemporâneos com quem conviveram ou cuja obra admiravam. Por escolha da pintora, o museu foi instalado na antiga Fábrica de Tecidos de Seda, no jardim das Amoreiras, junto da sua casa-atelier de Lisboa e conta com um acervo constituído por obras de Vieira da Silva e de Arpad Szenes, mais de três mil peças em diferentes técnicas e suportes. Além do programa de exposições o museu promove vários eventos, destacando-se o Vieira da Silva em Festa, celebrado a 13 de Junho. Destacam-se ainda o espólio documental disponível no Centro de Documentação e Investigação e o serviço educativo, bem como a programação e as residências para artistas e investigadores da Casa-Atelier Vieira da Silva, afecta ao museu.

António Gomes de Pinho

Presidente da Fundação Arpad-Szenes Vieira da Silva. Prside ao Conselho de Administração da EDP Gás Distribuição bem como de outras empresas nas áreas da energia e comunicações. É também Presidente do Conselho de Fundadores da Fundação de Serralves, na qual foi administrador e presidente de 1995 a 2009, e membro do Conselho Geral da Fundação Inês de Castro. António Gomes de Pinho é membro do Conselho de Sustentabilidade da EDP e integra o Conselho Geral da Universidade de Coimbra. Gomes de Pinho é jurista e consultor internacional na área de estratégia e assuntos corporativos.

Fundação Serralves

Luis Braga da Cruz

Serralves Luis Braga da Cruz 2 © SilvanaTorrinha